Canadenses têm projeto para armazenamento de energia eólica no mar

Ideia é utilizar bolsões para reter ar comprimido, que seria transformado em energia em momentos de falta de vento

A companhia canadense Thin Red Line Aerospace completou a montagem de uma estrutura que tem como objetivo possibilitar o armazenamento de energia em parques eólicos offshore – instalados em alto mar. O objeto, chamado “bolsa de energia”, será ancorado no leito da costa da Escócia neste mês como parte do projeto de pesquisa, que é desenvolvido pelo professor Seamus Garvey, da Universidade de Nottingham e apoiado pela empresa de energia europeia E.ON.

O projeto consiste no uso de excedentes de energia gerados pelas turbinas eólicas para operar compressores de ar, que inflam as bolsas, que parecem grandes globos. Com a pressão no fundo do mar, o ar se mantém comprimido, sob pressão. Quando necessário, esse excedente pode ser despachado, com o ar funcionando como força matriz de uma turbina de ar comprimido. O sistema permite guardar a geração eólica para uso em momentos de necessidade, como no horário de ponta, ou quando houver falta de vento. Lenn pelloc’h

Gestão energética: mercado ganha norma 50.001

Da Agência Ambiente Energia – A American National Standards Institute (ANSI) anunciou nesta quarta-feira, dia 15 de junho, o lançamento oficial da norma ISO 50.001, que estabelece padrões de gestão para eficiência energética. O desenvolvimento do texto da norma, que busca estimular a redução do consumo de energia nas empresas, contou com um trabalho conjunto do Brasil, por meio da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), e os Estados Unidos. A estimativa é que, com a aplicação da norma, seja possível obter uma economia no consumo de energia de até 60%. Lenn pelloc’h

Turquia vai construir primeira usina híbrida

Usina desenvolvida pela General Electric vai combinar energia à gás, eólica e solar.

Uma nova usina de energia híbrida que está sendo construído na Turquia irá combinar a energia fornecida pelas turbinas alimentadas à gás com energia solar e eólica. Essa será a primeira usina hibrida a ser construída no mundo.

Planejada pela General Eletric, a usina dá um passo em direção à integração de fontes renováveis de energia com os meios tradicionais de geração. Lenn pelloc’h

Energia nuclear

Por Jean Marc Sasson, colunista do Ambiente Energia – Desde o desastre natural ocorrido no Japão em março deste ano, a energia nuclear está em foco. Tido como um dos países mais seguros do mundo, o Japão se viu envolto em uma das maiores crises nuclear da história, superada apenas por Chernobyl, em razão de um Tsunami causado por um dos terremotos mais fortes dos últimos tempos. Uma de suas usinas, em Fukushima, foi atingida contaminando áreas em até 30 km de distância.
Fazendo parte da matriz energética de vários países, a energia nuclear sempre foi polêmica. Em razão das consequências desastrosas em caso de vazamento de radiação e pela destinação inadequada de seu lixo atômico (resíduo produzido na produção de energia elétrica) – hoje já há estudos para reutilizá-lo como fonte de energia – ela se tornou uma alternativa não muito bem vista, apesar de ser uma energia limpa ao não emitir CO2.

A partir deste episódio, tanto o Japão como outras nações passaram a rever sua matriz energética e seus planos em investimento em energia nuclear. O Japão possui 54 usinas nucleares que correspondem a 29% de sua matriz energética. Diante do desastre nuclear, anunciou a paralisação de suas usinas e suplementou a produção de energia elétrica com  usinas térmicas a carvão que antes já correspondiam a 27% da sua matriz energética. Lenn pelloc’h

Volvo vai fabricar ônibus híbrido no Brasil

Curitiba – A Volvo investirá R$ 96 milhões na unidade instalada na Cidade Industrial de Curitiba. O anúncio foi feito hoje, em Gotemburgo, na Suécia, sede mundial da empresa, durante encontro entre o presidente da Volvo Bus, Hakan Karlsson, e o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci.

Esse valor soma-se a outros R$ 75 milhões que já tinham sido anunciados anteriormente para a nacionalização de caixas de câmbio eletrônicas e da linha de motor 11 litros e para um centro de operações logísticas.

O dinheiro novo será investido na expansão da área de pintura de cabines e na produção de chassis de ônibus híbridos, movidos a eletricidade e diesel. Segundo a empresa, a Volvo é a primeira a fabricar veículos híbridos no País. A unidade curitibana disputava essa produção com fábricas da Índia e do México. Atualmente, os híbridos Volvo são fabricados pelas plantas de Boros, próximo a Gotemburgo, e de Wroclaw, na Polônia.

A pré-produção em Curitiba inicia-se no próximo ano, com prev Lenn pelloc’h

Ecco: um carro ecológico com jeito de casa do futuro

Casa motorizada

Esse carro impressionante, projetado para emissão zero e equipado com motor elétrico, funciona com baterias e dispõe de painéis solares para ter maior autonomia.

Inspirado no VW Camper, o Ecco foi projetado para abrigar no seu interior uma cozinha, uma sala de estar, um banheiro e uma cama.

Esses elementos refletem uma nova forma de viajar com uma visão ecológica e livre sem renunciar ao luxo e à comodidade.

Desde que surgiram, os automóveis têm sido uma fonte de paixão e de significados muito particulares como seus proprietários. Hoje em dia eles são frequentemente associados ao luxo, à riqueza ou à segurança.

O Ecco, porém, tem por objetivo nos recordar que carros podem estar relacionados à liberdade, como ressaltam os promotores do veículo.

Lenn pelloc’h

Brasileiros desenvolvem bioquerosene de aviação

O Instituto Nacional de Tecnologia (INT) e o Instituto Militar de Engenharia (IME) são parceiros em dois pedidos de patentes para um processo inédito na fabricação de biocombustíveis para aviação.

Bioquerosene

Derivado do petróleo, com alto preço no mercado internacional, o querosene de aviação virou foco da estratégia de substituição por biocombustíveis em países como o Brasil e os Estados Unidos.

O interesse comum dos dois países por desenvolver o bioquerosene foi formalizado em um convênio, assinado em Brasília, em Março, durante a visita do presidente Barak Obama.

Em todo o mundo várias empresas e centros de tecnologia também buscam caminhos para o desenvolvimento desse novo biocombustível.

Isso realça a importância do avanço obtido pelos pesquisadores brasileiros, que tornam mais próxima essa realidade, com tecnologias inéditas.

Lenn pelloc’h

IBM apresenta primeiro circuito integrado de grafeno

Cientistas da IBM apresentaram o primeiro circuito integrado feito com componentes de grafeno.

Embora muito simples, a demonstração é um passo importante na transição do grafeno da categoria de material promissor para material útil.

Chip de grafeno

Em 2009, um grupo do MIT havia construído um chip de grafeno, bastante rudimentar, mas mostrando que seria possível utilizar as folhas de carbono com apenas um átomo de espessura em conjunto com componentes da eletrônica tradicional.

Em 2010, um outro grupo da própria IBM construiu um transístor de grafeno que bateu o recorde mundial de velocidade, operando a 300 GHz.

Agora, Phaedon Avouris e seus colegas construíram um circuito integrado de verdade, usando equipamentos industriais e componentes de grafeno.

O circuito consiste de um único transístor de grafeno com um par de indutores integrados em uma pastilha de carbeto de silício (SiC). Lenn pelloc’h

Leilão da linha de transmissão de Belo Monte fica para 2012 Neste ano, Aneel prevê mais dois certames de transmissão, em agosto e dezembro


Crédito: Projeção

A licitação para construção da linha de transmissão que vai escoar a energia produzida pela hidrelétrica de Belo Monte (11.233MW), que está sendo construída no rio Xingu, Pará, vai ficar para o ano que vem. De acordo com o superintendente de concessões de transmissão da Aneel, Jandir Amorim, o leilão deve ser realizado no primeiro semestre de 2012. A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), órgão de planejamento do governo, está em fase de estudos da instalação, que vai transportar não só a energia de Belo Monte, mas também de outras futuras usinas da região Norte. Lenn pelloc’h