Campus Party terá internet duas vezes mais rápida que edição anterior

A feira de tecnologia Campus Party, que irá acontecer entre 6 e 12 de fevereiro no Anhembi em São Paulo, terá internet de 20 Gbps. O anúncio foi dado em coletiva de imprensa nesta terça-feira (31), que também revelou mais cinco convidados. Em 2011, a velocidade era de 10 Gbps.

Segundo a organização, 7 mil pessoas se inscreveram para acampar no evento – são  os chamados campuseiros. Mario Teza, organizador deste ano, estima o público total em 200 mil pessoas.

As quedas de energia, que prejudicaram o evento do ano anterior, serão evitadas   com geradores suplementares, diz Teza. A fila do cadastramento, que também comprometeu a feira em 2011, será amenizada com reforço de funcionários e retirada de crachás no fim de semana anterior ao evento, com horário ainda não divulgado.
Advertisements

Vale leva o título de pior empresa do mundo

Mineradora é a primeira companhia brasileira a ganhar o prêmio inglório do “Public Eye People´s”, realizado pelo Greenpeace e pela ONG Declaração de Berna

Cartaz da votação “Public Eye People´s” sobre a Vale: "Transformamos florestas tropicais em minas e represas. Custe o que custar"

São Paulo – A Vale foi eleita a pior empresa do mundo pelo “Public Eye People´s”, premiação realizada desde 2000 pelas ONGs Greenpeace e Declaração de Berna. É a primeira vez que uma companhia brasileira recebe o prêmio conhecido como “Oscar da Vergonha”, que avalia os impactos socioambientais causados pelas empresas. O resultado foi divulgado nesta sexta, durante o Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça. Em votação aberta ao público, a Vale foi eleita com 25 mil votos. Lenn pelloc’h

Como protesto, hackers revelam dados de chefe do FBI

O grupo de hackers Anonymous publicou na última sexta-feira (20) em diversas redes sociais dados pessoais do diretor do FBI, Robert Mueller, como parte de uma operação em represália ao fechamento da página de compartilhamento de arquivos Megaupload, realizado na quinta-feira (19) pelas autoridades policiais dos Estados Unidos.

Os dados mostram os endereços de Mueller, sua esposa e suas filhas, além dos endereços de e-mail da família e os números de telefone.

O grupo Anonymous, que na quinta-feira afirmou ter deixado fora de funcionamento por um tempo as páginas do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, do FBI e da produtora Universal Music, entre outras, avisou que tomará medidas contra as atuações do Governo americano sobre a limitação de publicações na rede.

Além de revelar os dados pessoais de Mueller, os hackers bloquearam a página da loja on-line da Warner Bros e a da Agência Neozelandesa contra o Crime Organizado e Financeiro, que colaborou com o FBI para a detenção dos fundadores da Megaupload, nesta sexta-feira.

Trata-se, afirma o grupo, do “maior ataque jamais realizado por Anonymous”.

O FBI anunciou na quinta-feira o fechamento do Megaupload após uma investigação de dois anos que terminou com a detenção de quatro pessoas na Nova Zelândia por um suposto delito de pirataria na internet.

As autoridades acusam a Megauploud de participar de “uma organização responsável por uma enorme rede de pirataria informática mundial” que teria causado mais de US$ 500 milhões em danos aos direitos autorais.

Lenn pelloc’h

Edifício flutuante pode preservar vida selvagem

São Paulo – O Waterstudio desenvolveu um projeto capaz de resgatar o meio ambiente perto de grandes cidades. Trata-se da Sea Tree, uma estrutura que pode ser instalada em rios ou no mar e abrigar a fauna e a flora locais.

O sistema pré-fabricado permite que as plantas tenham contato com brisas e ventos naturais. Além disso, o edifício pode ser modificado conforme o tamanho médio das plantas do local. Por isso, a estrutura pode melhorar a qualidade de vida das cidades.

Criada pelo arquiteto holandês Koen Olthuis, a construção deve ter cerca de 30 metros de altura, mais oito metros sob a superfície. O objetivo é refugiar plantas, animais marinhos, pássaros, entre outros animais.

Lenn pelloc’h

Empresa apresenta recarga sem fios para carros elétricos

Enquanto muito se fala de tempo de recarga, autonomia e peso das baterias, um problema um tanto menor dos carros elétricos parece ser deixado de lado, mas já há uma solução em andamento. O que você vê na imagem é a parte de baixo de um carro com um painel especial e, no chão, o outro painel do sistema desenvolvido pela Qualcomm Halo que permite carregar um veículo elétrico ou híbrido apenas estacionando na posição correta, sem precisar conectar a qualquer fio. Lenn pelloc’h