Grécia pode ficar sem petróleo caso o Irã deixe de exportar

União Europeia confirmou que não pode garantir o fornecimento de combustível caso Teerã decida cortar a exportação para o bloco.

  Refinaria de petróleo de Lavan, no Irã: ameaça de corte no fornecimento para a Europa

Bruxelas – O comissário europeu de Energia, Günther Oettinger, admitiu nesta terça-feira que não pode oferecer garantias à Grécia de que terá petróleo suficiente caso o Irã corte o envio de petróleo à União Europeia nos próximos dias, como represália ao embargo europeu. Lenn pelloc’h

Preço-teto para energia de leilão A-3 é de R$ 112/MWh

Subestação de energia elétrica

O edital do leilão A-3, marcado para o dia 22, foi aprovado hoje pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)

O preço-teto para a energia a ser comercializada no próximo leilão A-3, que será realizado em 22 de março, ficou definido em R$ 112,00 por megawatt-hora (MWh), tanto para a energia proveniente de novos projetos hidrelétricos como para a geração de parques eólicos e termoelétricas. Já o preço-teto para energia de ampliação de usinas hidrelétricas é de R$ 82,00/MWh para ampliação de usinas hidrelétricas e de R$ 112,00/MWh para os demais empreendimentos hidrelétricos (PCHs e UHEs com potência menor ou igual a 50 MW). Lenn pelloc’h

MIT cria células solares a partir da grama

 

São Paulo – Uma equipe de pesquisadores do MIT, nos EUA, descobriu uma técnica ambientalmente correta para a produção de celular solares com grama. Trata-se de uma solução mais barata quando comparada a produção de painéis solares convencionais.

O trabalho é uma extensão de um projeto iniciado há oito anos por Shuguang Zhang, cientista principal da pesquisa e diretor associado do Centro do MIT de Engenharia Biomédica. A pesquisa foi financiada em parte por uma concessão da Intel Corp, e também incluiu pesquisadores da Universidade de Tennessee.

Lenn pelloc’h

Código Florestal já nasce precisando de reformas, diz relator

São Paulo – Mesmo após longas e intensas e discussões no Congresso Nacional, o novo Código Florestal deverá ser aprovado em março com lacunas. De acordo com o relator da matéria na Câmara, deputado Paulo Piau (PMDB-MG), algumas alterações ainda precisarão ser feitas depois que a matéria for aprovada e sancionada. Piau é o responsável pelo último texto que o código receberá antes da votação final. Lenn pelloc’h

Smart grid: redes compartilhadas

Da Agência Ambiente Energia – O governo federal buscará formas de utilizar a infraestrutura de comunicação já existente para o sistema de redes inteligentes de energia elétrica (smart grid) que será implementado no país futuramente. O tema foi discutido na última quinta-feira, 9 de fevereiro, em uma reunião entre o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, e o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Nelson Hubner. Está prevista uma reunião, em março, para tratar do assunto entre os ministérios de Minas e Energia, Comunicações e Ciência e Tecnologia e Indústria e Comércio. No encontro, a Aneel apresentará um estudo de pesquisa e desenvolvimento sobre as formas de integração da rede e sistemas de comunicação que serão utilizados no smart grid. Lenn pelloc’h

Nova tecnologia reduz custos de produção dos painéis solares

A companhia Nanosolar desenvolveu uma nova técnica de produção de seus painéis solares, capaz de reduzir significativamente seus custos de produção, favorecendo o bolso de quem pretende utilizar energia limpa para alimentar seus aparelhos elétricos.

Atualmente o que torna os painéis solares tão caros são os custos para implantação das células fotovoltaicas nas placas, resultando em um preço-final bem salgado para os consumidores, principalmente para quem se destina ao uso residencial.

Mas agora, a Nanosolar desenvolveu uma técnica do qual o material fotovoltaico é “impresso” nas placas de alumínio, reduzindo o custo de produção em mais de 80%.

Desta forma, é possível produzir painéis solares com um custo relativo a menos de 1 dólar por watt, e assim, além de obter-se energia limpa, os custos de produção se tornam mais baratos do que a geração de energia a base de carvão, por exemplo, que soma-se a cerca de 2,1 dólares por watt (sem contar os custos de combustível e emissão de poluentes).

Lenn pelloc’h

Toyota inventa bengala robótica

Estado de equilíbrio

A Toyota inventou uma bengala robótica que promete ajudar o usuário de forma ativa se ele começar a cair.

O aparelho, projetado em parceria com engenheiros do Instituto de Tecnologia de Illinois, nos Estados Unidos, também pode ser usado em fisioterapia, durante exercícios de reabilitação.

A bengala possui vários acelerômetros, que detectam seu “estado de equilíbrio” – em termos simples, ela “sabe” quando está de pé ou o quanto está inclinada.

Na extremidade que vai no chão, pequenas rodas de borracha com dois eixos giram em qualquer direção, acionadas por minúsculos motores elétricos – imagine as rodas de uma cadeira de escritório, com a diferença de que o giro no próprio eixo também é motorizado.

Lenn pelloc’h

Brasil quer rede inteligente para diminuir perda de energia

Quinze de cada 100 quilowatts de energia elétrica produzida no Brasil se perdem entre a geração e o consumo. De acordo com o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), ligado ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a proporção é mais do que o dobro da registrada em outros países (até 7%) e acima da oferta interna de energia com base em carvão, gás, petróleo e energia nuclear (que somam 14,4%, segundo o Balanço Energético Nacional).

A perda de energia (causada principalmente pelo furto por meio de instalações irregulares, o chamado gato) motivou o CGEE a fazer um amplo estudo sobre o uso de redes inteligentes (ou smart grids, como são mais conhecidas em inglês) para gerenciamento da geração, transmissão, distribuição e consumo de energia elétrica. Até março, o centro publica estudo que identificará iniciativas no Brasil e no exterior para o desenvolvimento de tecnologia que monitore o funcionamento do sistema elétrico. Lenn pelloc’h