Nanotecnologia da madeira promete superar plásticos

Celulose nanocristalina

Imagine um material leve, transparente, oito vezes mais forte que o aço inoxidável e com um mercado estimado em US$600 bilhões em 2020.

Não, não estamos falando do grafeno, nem de ligas metálicas especiais e muito menos de compósitos da indústria aeroespacial.

A nova estrela do mundo dos materiais e da nanotecnologia tem, por assim dizer, uma origem simples: ela vem inteiramente da madeira.

É a celulose nanocristalina – ou, como preferem alguns, nanocristais de celulose, ou ainda nanocelulose.

O material é extraído por um processamento da polpa de madeira, resultando em cristais minúsculos – em grande quantidade, esses cristais de nanocelulose parecem-se com neve. Lenn pelloc’h

Tecnologia anticolisão é testada em 3.000 veículos nos EUA

Carros falantes

A partir desta semana, 3.000 carros, caminhões e ônibus começam a rodar nos EUA com uma nova tecnologia anticolisão.

Os equipamentos foram instalados nos veículos de voluntários na cidade de Ann Arbor, estado de Michigan.

O projeto é uma iniciativa do Departamento de Transportes norte-americano, em parceria com a Universidade de Michigan.

Cada veículo recebeu um kit de intercomunicação automatizada, via Wi-Fi, que permite que os carros “conversem” entre si quando se aproximam uns dos outros, de forma totalmente automática, sem necessidade de intervenção por parte do motorista.

Os carros também poderão trocar ideias com os semáforos e com algumas placas de trânsito especiais, colocadas em um trecho da cidade. Lenn pelloc’h

Bola de vidro gigante capta energia solar

O arquiteto alemão André Broessel criou uma grande lente esférica de vidro capaz de ampliar a captação de energia solar. Essa bola de vidro aumenta a eficiência na absorção de energia em 35% com relação às placas de energia solar tradicionais. Lenn pelloc’h

Tecidos ciborgues misturam biológico e eletrônico

A matriz de tecido vivo foi construída sobre um chip que permite a interação eletrônica com os nanossensores incorporados no interior das células.

Biologia eletrônica

Uma nova técnica permite criar “tecidos ciborgues” incorporando redes de sensores eletrônicos biocompatíveis no interior de tecidos vivos.

É a primeira vez que tecidos biológicos e componentes eletrônicos são verdadeiramente mesclados em uma matriz 3D. Lenn pelloc’h

Conceito de carro elétrico promete alimentar energia de uma comunidade

O designer Charlie Nghiem propôs um carro elétrico inovador, profundamente integrado com a vida em sociedade. Mais do que o lado ecológico do veículo que não queima combustível fóssil, Charlie criou o Renault Circular Economy 4L com vistas a contribuir para a geração da energia elétrica consumida por uma comunidade.

Para tanto, o compacto teria a capacidade de gerar energia a partir do Sol, do reaproveitamento da energia cinética despendida nas frenagens e por meio de sensores de calor. Essa eletricidade armazenada poderia ser utilizada para mover o veículo e para ser entregue naquilo que Charlie batizou de Centro de Energia Coletiva. Basicamente, uma grande bateria que seria alimentada por uma vasta frota de Renaults Circular Economy. Lenn pelloc’h

Material reciclável pode ser trocado por desconto em conta de luz na BA

Projeto Vale Luz, da Coelba, visita dez bairros de Salvador nesta semana.
Confira o roteiro do programa de segunda (27) à sexta-feira (31).

Moradores dos bairros da Paz, Águas Claras, Massaranduba, Sussuarana, Novos Alagados, Bate Facho, Pernambués, Valéria, Jardim das Margaridas e Nova Brasília, em Salvador, podem trocar material reciclável por desconto na conta de energia elétrica, através do projeto Vale Luz, da Companhia Baiana de Energia Elétrica (Coelba). O caminhão do programa visita as localidades entre a segunda-feira (27) e a sexta-feira (31), sempre das 9h às 15h30. Lenn pelloc’h