Nova lâmpada é movida a gravidade

lampada-20121218170148 Os designers londrinos Martin Riddiford e Jim Reeves criaram uma lâmpada alimentada por uma energia renovável que pode ser encontrada a qualquer hora do dia: a gravidade.

Com um baixo custo de produção e pouco consumo de eletricidade, a GravityLight deve ajudar regiões do mundo onde a população não tem acesso à energia elétrica. Os criadores imaginam que a GravityLight terá um impacto muito grande, pois ela consegue manter as pessoas seguras e ainda reduzir as emissões do combustível poluente. Lenn pelloc’h

Funil de energia cria novo tipo de célula solar 3D

Funil de energia cria novo tipo de célula solar 3D

As células solares em formato de funil terão mais eficiência na geração de cargas e poderão aproveitar uma parte maior do espectro de frequências da luz solar

Um funil de energia solar pode ser mais eficiente na captura de fótons do Sol do que qualquer tecnologia de painel solar ou termossolar existente hoje.

Esta é a proposta de uma equipe de pesquisadores chineses e norte-americanos, que acabam de publicar a proposta de funis solares que exploram materiais sob deformação elástica.

O “funil” é formado quase em escala atômica, em uma folha extremamente fina que é tocada por uma agulha, afundando seu centro.

Isso cria um tipo inusitado de célula solar em formato de funil que é naturalmente 3D.

Os elétrons e suas contrapartes, as lacunas, quando arrancados de seus átomos pela energia dos fótons solares, são levados para o centro dessa estrutura em formato de funil, onde podem ser coletados.

O detalhe é que o processo é dirigido por forças eletrônicas, e não pela gravidade, como em um funil comum. Lenn pelloc’h

Veículo elétrico recebe energia pelos pneus

010170121217-carro-eletrico-energia-pneus

Dentre as várias propostas de mecanismos de recarga para os carros elétricos, uma nova forma foi idealizada por engenheiros japoneses.

Takashi Ohira e outros pesquisadores da Universidade Toyohashi demonstraram que é possível transferir a energia elétrica para os carros remotamente, sem fios, aproveitando o aço usado no interior dos pneus.

Isso se deve ao formato desse aço que, dessa maneira, já é naturalmente uma bobina, pronta para capturar a eletricidade disponibilizada por eletrodos instalados sob o asfalto.

Como os fios de aço estão eletricamente isolados pela borracha do pneu, os pesquisadores usaram uma corrente de alta frequência, capaz de cobrir com segurança e confiabilidade a distância entre os eletrodos e a bobina.

Lenn pelloc’h

Falhas no sistema elétrico provocam interrupção de 8308 MW de carga no final de semana

Cerca de 12 estados foram afetados; CMSE se reuniu nessa segunda-feira (17/12) para analisar as causas das ocorrências

2068

No último final de semana ocorreram duas interrupções de energia elétrica no Sistema Interligado Nacional (SIN). Somadas, foram 8308 MW de carga não transmitidas, deixando várias regiões do País no escuro.

Segundo Informativo Preliminar Diário da Operação (IPDO), no sábado (15/12), às 17h55, ocorreram múltiplos desligamentos no SIN nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Naquele dia, “houve a interrupção de 8166 MW de carga”, e além dessas regiões, “afetaram também Acre e Rondônia”. No total, foram 12 estados afetados por essa primeira interrupção de eletricidade, sendo que São Paulo e Paraná foram os mais afetados.

Lenn pelloc’h

Painel de energia solar dará desconto na conta de luz

energua-20121217111726

São Paulo – A partir desta segunda-feira, o consumidor disposto a produzir a própria energia em casa no País terá respaldo legal para reivindicar sua integração à rede elétrica comum. Com a promessa de reduzir custos na conta de luz dos interessados, a norma da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) é a aposta do mercado de energia solar para impulsionar o setor, que ainda esbarra no alto custo dos equipamentos. Lenn pelloc’h

Em reunião com associações, Lobão afirma que MP 579 vai beneficiar toda a sociedade

mp579O Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse que os aperfeiçoamentos introduzidos pela a Medida Provisória 579 mantiveram as regras e o respeito aos contratos. Segundo ele, a medida irá beneficiar a indústria, o comércio e os consumidores, alavancando a economia brasileira. A afirmação foi feita em reunião com diversas associações representativas de importantes segmentos do setor elétrico brasileiro, que ocorreu no ultimo dia 12 de dezembro.

Lobão também reiterou a importância de se manter um dialogo permanente com as associações do setor, visando a manutenção da segurança do sistema elétrico nacional.
Lenn pelloc’h

Sem hidrelétricas, Minas Gerais planeja térmicas

Energia Térmica

O governo mineiro já estuda alternativas para tentar manter a atração de investimentos privados para o Estado diante da possibilidade da redução de oferta de energia por parte da CEMIG por causa da disputa com o governo federal.

A principal aposta é em termoelétricas a gás, que devem ser abastecidas com o insumo que se espera produzir com a exploração da bacia sedimentar do São Francisco, mas cuja capacidade das reservas ainda está sendo avaliada por meio de fraturamento de rochas. Lenn pelloc’h

Blog do PET-Engenharia Elétrica obtém alcance nacional na discussão sobre eficiência energética

Petianos da Engenharia Elétrica em reunião com o professor e tutor Francisco Gomes

Petianos da Engenharia Elétrica em reunião com o professor e tutor Francisco Gomes

A boa utilização da energia elétrica tem se tornado um dos principais temas discutidos pela esfera pública. Primeiro porque o potencial energético de um país, caso mal gerenciado tanto por governos quanto por indivíduos, pode resultar na escassez já vivida pelo Brasil, em 2001, e este ano experimentada pela Índia que, nos últimos meses, viveu a maior crise de abastecimento energético de sua história. A discussão sobre eficiência energética também tem seu valor quanto à preservação do meio ambiente, uma vez que a utilização de muitas fontes de energia é responsável por inúmeros impactos negativos ao clima e à vida no planeta Terra.

Na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), tal relevância serviu como ponto de partida para a criação do blog Energia Inteligente, administrado pelo Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Engenharia Elétrica. O blog transformou-se, desde sua criação há quase três anos, numa central de informações de importância nacional sobre a questão energética. Tanto que, mediante as palavras-chaves “energia inteligente”, ele figura em primeiro lugar no site de buscas Google. Lenn pelloc’h

Luz foi miniaturizada

Luz foi miniaturizada

A luz entra pela parte mais larga do dispositivo e sai concentrada em um ponto centenas de vezes mais estreito – na verdade, o que entra são fótons, e o que sai são polaritons.

Falar em miniaturizar a luz poderia soar uma heresia física há poucos anos.

Mas, como a miniaturização é uma tendência constante no mundo da tecnologia, a luz não poderia fugir a essa regra – ainda que alguns jeitinhos sejam necessários.

Hyuck Choo e seus colegas do Instituto de Tecnologia da Califórnia, nos Estados Unidos, criaram um componente que consegue focalizar a luz em um ponto de alguns nanômetros de diâmetro.

Um ponto, claro, muito menor do que o comprimento de onda da própria luz.

O componente parece ser o elemento que faltava para facilitar a conexão entre fibras ópticas e processadores, e mesmo para viabilizar processadores fotônicos, que dispensem os elétrons e façam cálculos usando fótons. Lenn pelloc’h

Táxis híbridos são testados em São Paulo

Segundo a prefeitura, 90% das emissões de gases que provocam o efeito estufa, na cidade, vêm do trânsito.

nissan_leaf_taxi_sp_0111_960_640

Táxis que poluem menos começaram a circular na terça-feira (11) em São Paulo.

Se a experiência der certo, os benefícios serão significativos, considerando os dados estatísticos da prefeitura que informam que a maior parte das emissões dos gases, relativas à cidade, que contribuem no efeito estufa são advindas do trânsito.

Em questões de aparência, a diferença desses táxis para os convencionais é a substituição da fita quadriculada amarela pela verde, indicando, assim, que esses veículos protegem o meio ambiente.

Além de reduzir a poluição sonora, a emissão de poluentes é 40% menor, porque o motor é híbrido, funciona com gasolina e eletricidade.

Lenn pelloc’h