Desenhe seu controle remoto no sofá ou na parede

This slideshow requires JavaScript.

Toques que desenham interfaces

Desde 2010, uma equipe da Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, vem desenvolvendo uma forma mais flexível para criar interfaces controladas por toque.

Lenn pelloc’h

Pele eletrônica inteligente tão sensível quanto pele humana

Toque inteligente

Pele eletrônica inteligente tão sensível quanto pele humana

O nome é estranho – transístor piezotrônico – mas o resultado pode ser um novo toque na tecnologia de interfaces e de robôs.

A película flexível e transparente merece o nome de “pele artificial inteligente” dada por Wenzhuo Wu e seus colegas do Instituto de Tecnologia da Geórgia, os criadores da nova tecnologia.

O conjunto de nanossensores atinge uma sensibilidade similar à da pele humana.

Segundo os pesquisadores, a pele eletrônica poderá ter diversas aplicações, incluindo novas formas de interação com aparelhos eletrônicos, melhor segurança e maior resolução na coleta de assinaturas manuais e um senso de toque definitivo para robôs.

A pele artificial inteligente é composta de milhares de transistores piezotrônicos – nanotransistores formados por nanofios de óxido de zinco -, cada um deles capaz de controlar um sinal eletrônico de forma independente quando é submetido a uma pressão mecânica.

Os transistores sensíveis ao toque foram batizados de taxels, uma referência a “pixels tácteis”. Lenn pelloc’h

Criada contra desmatamento, força militar ambiental atua para garantir hidrelétricas

dematamentoServiço militar foi criado para acabar com a devastação da Amazônia. Mas tropas também atuam como segurança em projeto de construção de usina no rio Tapajós. Índios e população ribeirinha pedem o fim da operação.

A Força Nacional de Segurança Ambiental foi criada para combater o desmatamento ilegal na Amazônia. Seis meses depois, parte da tropa executa uma missão contraditória, que nada tem a ver com a proteção da mata: garantir a construção de novas hidrelétricas na região.

Lenn pelloc’h

Gerador solar da IBM será capaz de dessalinizar a água

imageIBM pretende criar um gerador de energia solar capaz de dessalinizar a água. O sistema promete concentrar a energia de 2 mil sóis por um custo considerado baixo.
O Sistema Fotovoltaico de Alta Concentração Térmica (HCPVT, na sigla em inglês) é um enorme espelho com formato parabólico. A tecnologia segue o movimento do Sol e concentra a luz em um ponto central, onde os painéis solares geram eletricidade.
Os painéis usados pela IBM conseguem aproveitar a energia de três comprimentos de onda diferentes. Esse é considerado o grande diferencial do sistema, pois os modelos tradicionais aproveitam apenas a radiação da luz visível. Além disso, o sistema teria eficiência de 80% na geração de eletricidade.

Covilhã vai estrear rua que gera energia com a passagem de pessoas e automóveis

2013-04-24-wayenergyUma passadeira e parte de um passeio pedonal vão passar a produzir energia para alimentar semáforos e painéis luminosos da Covilhã. É a estreia da tecnologia da startup portuguesa Waydip.

A passadeira de acesso ao Hospital Pero da Covilhã e uma parcela do passeio contíguo, na cidade da Covilhã, vão estrear em maio uma tecnologia que converte a energia gerada pela passagem de transeuntes e automóveis em eletricidade que pode ser encaminhada para a rede elétrica. Para Filipe Casimiro e Francisco Duarte é um marco histórico: depois de quatro anos de investigação e testes laboratoriais, a startup Waydip estará em condições de estrear o sistema Wayenergy em ambiente citadino.  Lenn pelloc’h

Novo processo produz hidrogênio a partir de qualquer planta

Novo processo produz hidrogênio a partir de qualquer planta

O hidrogênio é produzido a partir da xilose, o açúcar simples mais abundante nas plantas.

Pesquisadores da Universidade Virgínia Tech, nos Estados Unidos, descobriram uma forma de produzir hidrogênio com alto rendimento a partir de qualquer planta.

Julia Martín del Campo e seus colegas descobriram uma rota para sintetizar o hidrogênio a partir da xilose, o açúcar simples mais abundante das plantas, compondo até 30% da parede celular.

O hidrogênio como combustível tem o potencial de reduzir a dependência de combustíveis fósseis, podendo ser queimado em motores a combustão ou usado em células a combustívelpara produzir eletricidade diretamente – o único subproduto da “queima” do hidrogênio é a água. Lenn pelloc’h

Para proteger camada de ozônio, ONU ajudará China a acabar com gás HFC

A China recebeu na terça-feira (23) a notícia de que o organismo da ONU encarregado da luta contra as substâncias que reduzem a camada de ozônio concederá ao país US$ 385 milhões em um período de 17 anos para ajudar a deter a produção do gás HFC utilizado em geladeiras, aerossóis ou nos aparelhos de ar-condicionado.
Criado em 1990 com o intuito de levar adiante os planos do Protocolo de Montreal , o Fundo multilateral  fornecerá a quantia para Pequim que tem o objetivo de  eliminar por completo a produção industrial dessa substância até 2030.

A China, o qual é o primeiro produtor mundial de HFC (hidrofluorcarbono) e fonte de 92% dos produtos HFC nos países em desenvolvimento, aceitou reduzir a capacidade de sua produção atual, o que permitirá ao país reduzir suas emissões de HFC em mais de 4,3 milhões de toneladas até 2030 e, no caso dos gases causadores do efeito estufa, o equivalente a 8 bilhões de toneladas de dióxido de carbono.

Lenn pelloc’h