Memória de uso único pode garantir segurança absoluta

010150140131-memoria-uso-unicoQuando o máximo de segurança é essencial, a melhor alternativa parece ser uma memória que possa ser lida uma única vez.

Imagine, por exemplo, uma transferência bancária.

A memória superssegura conteria dois códigos de autorização, um para creditar a conta do destinatário, e outro para creditar a conta do remetente, caso a transferência seja cancelada.

Como a memória só pode ser lida uma vez, apenas um desses códigos poderia ser usado, garantindo que apenas uma das transações – nunca ambas – possa ser realizada.

“Quando um inimigo tem o controle físico de um dispositivo – como um celular roubado – as defesas de software não são suficientes, nós precisamos de um hardware resistente a violações para garantir a segurança,” explica Yi-Kai Liu, do Instituto Nacional de Padronização e Tecnologia dos EUA.

Lenn pelloc’h

Advertisements

Bit subatômico é controlado por um único átomo

010165140130-memoria-dois-protons

Dois prótons (vermelho) em uma molécula porficeno depositada na superfície de um cristal (marrom) alteram suas posições entre os átomos de nitrogênio (azul) em função da posição de um único átomo de cobre (amarelo)

Um único átomo que seja colocado na vizinhança de uma molécula natural é suficiente para alterar o arranjo espacial dos átomos da molécula.

Em um experimento classificado de “espetacular” por colegas não envolvidos no trabalho, uma equipe internacional de pesquisadores foi capaz de mudar de forma persistente as posições dos núcleos de átomos de hidrogênio no interior de uma molécula de porficeno.

Para isso, eles simplesmente aproximaram um único átomo de cobre da molécula.

Outra forma de descrever o experimento talvez explique melhor o qualificativo de “espetacular”.

O que Takashi Kumagai e seus colegas criaram foi um “bit subatômico”, um bit formado por apenas dois prótons, presos dentro de uma molécula orgânica muito simples. Lenn pelloc’h

Pesquisadores criam bateria a base de açúcar

Y.H. Percival Zhang, à dir, com um de seus assistentes, o pesquisador Zhiguang Zhu, à esq

Y.H. Percival Zhang, à dir, com um de seus assistentes, o pesquisador Zhiguang Zhu, à esq

Todos os anos, milhares de baterias tóxicas são descartadas de forma inadequada, o que representa uma ameaça para o meio ambiente e a saúde humana. Mas uma nova pesquisa poderia ajudar a manter toneladas de baterias longe dos aterros sanitários.

Um grupo de pesquisadores da Universidade de Virgínia Tech, nos Estados Unidos, desenvolveu uma bateria a base de açúcar, que representa uma alternativa biodegradável, mais barata e tão confiável quanto as baterias convencionais. O estudo foi publicado na revista Nature Communications.

Lenn pelloc’h

Nanossatélite brasileiro pronto para ir ao espaço

O NanosatC-BR-1 é um pequeno satélite científico com pouco mais de um quilograma.

O NanosatC-BR-1 é um pequeno satélite científico com pouco mais de um quilograma.

O segundo nanossatélite brasileiro e primeiro Cubesat nacional, o NanosatC-BR-1, será levado ao espaço em maio próximo pelo foguete russo DNPER.

De acordo com os pesquisadores Otávio Durão e Nélson Schuch, do INPE, o lançamento pode ser antecipado para abril, uma vez que a Agência Espacial Brasileira (AEB) já liberou os recursos necessários para a finalização, lançamento e operação do NanosatC-BR-1. Lenn pelloc’h

Sabor virtual pela internet: envie mensagens de sabor

Um dos primeiros alvos da nova tecnologia será um simulador de sabores que funcionará como um “sistema de recompensa baseado em sensações” para ser incluído em videogames. [Imagem: NUS]

Simulador de sabores

Já imaginou procurar receitas pela internet e poder experimentar os sabores antes de escolher aquela que você irá fazer?

Isso pode acontecer mais cedo do que se espera, segundo engenheiros da Universidade Nacional de Cingapura.

Lenn pelloc’h

Ponte solar em Londres vai suprir metade da energia da estação de trem

Existem diversas pontes em todo o mundo, não é verdade? É quase impossível imaginar uma grande cidade desprovida de, ao menos, uma dessas construções, que têm como principal característica a ligação de duas regiões distintas. Mas que tal uma ponte que, além de desempenhar sua função básica, ainda gera energia solar?estacao Lenn pelloc’h

Nanotecnologia reproduz sensibilidade dos bigodes dos gatos em robôs

39614440125124518-t640

Um grupo de pesquisadores do Berkeley Lab e da University of California de Berkeley está tentando reproduzir a sensibilidade dos bigodes dos gatos através da nanotecnologia. A ideia é fazer com que os robôs e aparelhos eletrônicos do futuro tenham mais e melhores recursos sensoriais. Lenn pelloc’h