Belo Monte atingirá 9 mil pessoas além do anunciado e custará mais caro, diz estudo

Estudo realizado por pesquisadores do Instituto de Tecnologia da UFPA (Universidade Federal do Pará), a pedido do Ministério Público Federal (MPF) no Pará, apontou que a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, em Altamira (a 900 km de Belém), atingirá 25,4 mil pessoas, 9.000 a mais do que o anunciado pela empresa Norte Energia–consórcio que tem 49,9% de participação da Eletrobras e 50,1% de empresas brasileiras privadas– no relatório de impactos ambientais do projeto.

Lenn pelloc’h

Índios deixam canteiro de obras de Belo Monte após acordo

  Um grupo de índios que se opõe à construção da hidrelétrica de Belo Monte encerrou nesta terça-feira a ocupação do canteiro de obras, que se prolongou por nove dias, após chegar a um acordo com a construtora Norte Energia.

A empresa informou que aceitou integralmente as reivindicações dos índios, que incluem a construção de escolas, um hospital e casas para os povos nativos, em uma audiência mediada pela Fundação Nacional do Índio (Funai). Lenn pelloc’h

Notícias»Tecnologias verdes Ministério volta a pedir anulação da licença de Belo Monte

 O Ministério Público Federal (MPF) pediu mais uma vez à Justiça a anulação da licença de instalação da Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA). Na ação cautelar, os procuradores da República alegam que as ações obrigatórias de prevenção e redução dos impactos socioambientais do projeto não estão sendo cumpridas pela Norte Energia, responsável pela obra. Lenn pelloc’h

Denúncias sobre Belo Monte são deixadas de lado

Brasília – Sob forte pressão, o Conselho de Defesa de Direitos da Pessoa Humana (CDDPH), presidido pela ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário Nunes, decidiu não analisar denúncias de violações provocadas pela construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. As queixas constam de um relatório produzido no ano passado por uma comissão especial designada para apurar casos de violência no campo naquele Estado. O governo, no entanto, foi surpreendido pelo anexo do material que trata da maior obra do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC). Lenn pelloc’h

Itaipu vai partir em defesa da hidrelétrica de Belo Monte

Diretor da maior geradora de energia do mundo pretende usar história da usina binacional para desmistificar boatos sobre a planta do Xingu

A hidrelétrica de Itaipu, a maior do mundo em geração de energia, vai ajudar na defesa de Belo Monte que, quando pronta, será a terceira do ranking global em potência instalada, com 11.233MW. A revelação é do diretor-geral brasileiro do empreendimento binacional, Jorge Samek. A ideia surgiu após uma conversa com executivos da Norte Energia, responsáveis pela UHE do Xingu, que se queixavam de críticas que têm sido feitas ao projeto. Lenn pelloc’h

Eficiência energética: economia de 32,2 mil GWh até 2021

Da Agência Ambiente Energia-O Brasil poderá economizar 32,2 mil gigawatts-hora nos próximos dez anos com ações de eficiência energética, o que representará 4,2% do consumo total de eletricidade previsto até o fim de 2021.De acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), esse ganho adicional de eficiência no consumo final de energia elétrica nos próximos dez anos representa uma redução no requisito de geração (carga de energia) em torno de 4,5 mil megawatts (MW) médio, volume equivalente à  energia assegurada da usina hidrelétrica de Belo Monte.A EPE estima que o crescimento médio anual da demanda total de eletricidade no Brasil, incluindo consumidores cativos, consumidores livres e autoprodutores, será de 4,5% nos próximos dez anos, passando de 472 mil gigawatts-hora (GWh) em 2011 para 736 mil GWh em 2021.

A expansão média do consumo anual de energia elétrica ficará um pouco inferior à da economia, já que a taxa de crescimento do PIB brasileiro está estimada em 4,7% ao ano, em média, nos próximos 10 anos. Lenn pelloc’h