Pré-sal

 

Polêmico desde a Emenda Ibsen, este tema continua dando o que falar. Na contramão dos pesados investimentos que hoje são feitos em direção a um desenvolvimento sustentável, o Brasil vem investindo pesadamente na exploração de novos poços de petróleo a enorme profundidade na sua costa.
Muitos podem pensar que essa seria a solução para a falta de petróleo no mundo atual. Entretanto, apesar de dentro do Brasil o pré-sal representar um grande incremento na nossa produção de barris, se comparada ao resto do mundo a quantidade representa menos de 1% da produção global.
Se as estimativas que dizem que o petróleo do mundo duram apenas mais 40 anos, o pré-sal representaria menos de 6 meses de sobrevida a essa forma de energia.
Os lucros prometidos são enormes, mas sempre nos atormenta a ideia de todo esse investimento nos levar a um beco sem saída.
Dê sua opinião…

PET Elétrica

0 thoughts on “Pré-sal

  1. E2N.

    Sou contra o pré-sal pelo fato dos países desenvolvidos da Ásia, da Europa e os EUA não terem reservas e por isto estão numa situação dramática por ter criado uma dependência irresponsável do petróleo. Suas empresas viriam para o Brasil para produzir, exportar e exportar, nada mais. Com isto, o pré-sal poderia se esgotar em menos de 20 anos, ao invés dos mais de 40 anos que dizem ter o poder de durar.
    Olhando pelo lado dos acordos feitos com o países desenvolvidos tiremos como base a Nigéria que teve a muito tempo atrás um grande poder de produção de petroleo que hoje em dia nao resta mais nada apenas fome e miseria, graças as empresas multinacionais que só visam o lucro, o que nao seria diferente com o pré-sal.

  2. E2D2

    Do ponto de vista econômico, a exploração do Pré-sal é muito questionável. Segundo estudos, a extração de petróleo nos blocos de exploração já licitados custará 600 bilhões de dólares, o equivalente a 45% do PIB brasileiro. Um investimento não muito confiável, visto que apesar da desenvolvida tecnologia de exploração de águas profundas da Petrobras, existe a chance de a rocha-reservatório, que armazena o petróleo e os gases em seus poros, não se prestar à produção em larga escala a longo prazo com a tecnologia existente hoje. Outro entrave é a alta concentração de dióxido de carbono, capaz de danificar as instalações.

    Pela ótica social, a realidade é ainda pior. Os recursos obtidos com a exploração da camada do pré-sal seriam investidos no Novo Fundo Social (NFS), voltado ao combate do ingresso excessivo de moeda estrangeira no país. Outro montante seria destinado à União, para investimento em projetos de combate a pobreza, inovação científica e tecnológica e educação. No entanto, as últimas discussões a respeito da posse dos royalties demonstraram que os estados não estão muito preocupados com o investimento em obras sociais.

    Por último, é muito desanimador em pleno século XXI, em que se fala tanto de crescimento aliado ao meio ambiente, em desenvolvimento sustentável, vermos que os combustíveis fósseis ainda atraem tanta atenção. Em quanto alguns lutam por energias renováveis, emissão zero de poluentes, carros elétricos etc. Outros preferem viver presos ao petróleo, destruindo o meio ambiente, mas desfrutando de seus bilhões de dólares.

  3. A chamada “polêmica” que a grande mídia, principalmente a mídia do senssacionalista, faz do pré-sal, é no mínimo falsa e encoberta de pressupostos ideológicos. Primeiro, porque a polêmica não resiste a argumentos fortes do ponto de vista da economia nacional. Como alguém pode ser contra um projeto que defende os interesses nacionais e o desenvolvimento econômico brasileiro no sentido de desenvolver a autonomia nacional ? Só há uma resposta: um grupo de interesses ligado ao capital estrangeiro poderia defender o modelo antigo (o de concessões) e desta forma a privatização do setor, iniciada no governo FHC em 1997, quando quebrou o monopólio de exploração do petróleo.
    Não pedemos deixar de explorar essa riqueza que vem tornar o pais mais desenvolvido,gerando mais renda e e empregos.Assim o pre sal vai prolongar o bom momento que o pais esta passando.

  4. E2D

    O Pré-Sal pode até prolongar o bom momento que o país está passando, mas por um tempo curto e os pesados investimentos que estão sendo feitos para a exploração do pré-sal poderiam estar sendo destinados a uma fonte de energia sustentável.
    Há um pensamento muito voltado apenas para o lucro e para o conforto imediato, mas depois que acabar o pré-sal? E depois quando o planeta estiver sendo destruído e seguindo para um caminho sem volta? De que vai adiantar todo esse lucro?
    É preciso deixar um pouco de lado esse interesse tão grande no petróleo e investir em energias renováveis antes que seja tarde demais.

  5. O Pre-sal é uma das maiores descobertas dos últimos anos, não é uma opção ignorar 8 bilhões de barris de petróleo no território brasileiro, principalmente depois de já desenvolvida toda a pesquisa em tecnologia para tornar viável sua extração.
    Existem uma serie de possibilidades quando se trata de energia, mais o petróleo já é uma realidade e coloca o Brasil em uma posição de destaque a nível mundial.
    O governo brasileiro estuda ainda a criação de uma nova estatal chamada Petrosal que administraria essas reservas evitando que a Petrobrás( empresa com muito capital estrangeiro) se torne poderosa demais,
    O caminho é justamente esse combater os possíveis pontos desfavoráveis e tornar essa exploração benéfica ao Maximo para o Pais

  6. Quando se fala de pré-sal só se pensa em lucro, crescimento e empregos mas há muito mais por trás de tudo isso, estamos falando de exploracão natural, esgotamento de reservas e exportação de mais um bem natural. O pré-sal poderá beneficiar talvez durante algum tempo o Brasil claro retirando todas as malícias durante o caminho como a corrupção brasileira, falta de investimentos em estruturas das cidades sediadas direta e indiretamente que poderão acabar economicamente se dependerem somente da estração do petróleo e além do perigo de vazamento que danificará o eco sistema marinho. O Brasil apresenta outro meio abundante de energia que o álcool que se pensar de forma correta é um meio infinito de produção de energia e que seria um ótimo investimento para a dominação e crescimento energetico do país em todos os sentidos.
    Resumindo o pré-sal e um bem finito que deve ser preservado e não sugado.

  7. O pré-sal é com certeza uma grande riqueza para o povo brasileiro e podemos citar alguns pontos favoráveis ao pré sal como: fortalecimento do mercado interno, muitos dizem que o pré-sal iria aumentar o seu mercado interno consolidando sua força através da entrada de dinheiro do pré sal.Também destacam como pontos favoráveis a diminuição das desigualdades sociais, tornando o Brasil um pais mais justo e igual. A segurança energética para o pais e a blindagem a eventuais crises energéticas mundiais, ou seja,se os maiores produtores de protróleo do mundo entrarem em crise o Brasil não seria afetado, porque ele possui uma segura quantidade de protróleo, capaz de suprir a necessidade interna. Aumento da importância econômica e geopolítica do Brasil.O Brasil se tornaria um pais de maior expressão no cenário mundial e também se tornaria um pais financeiramente mais sólido. Haveria criação de novos empregos.E como um dos mais importantes,o aumento de recursos para saúde ,educação,habitação e inovação em pesquisas cientificas e tecnológicas em infra-estrutura.

  8. Do ponto de vista econômico, a exploração do Pré-Sal é viável. O Brasil possui um verdadeiro tesouro em águas ultra profundas e se houver planejamento, irá lucrar muito explorando o petróleo e o gás natural que lá se encontram.
    É verdade, que em escala mundial as riquezas dessa camada não irão sanar as necessidades futuras e também irão prolongar a emissão de gases estufa, intensificando os problemas ambientais.
    Se fôssemos mais conscientes, investiríamos mais em energias limpas. Enquanto o Brasil está gastando milhões em tecnologias para exploração do petróleo, vários outros países estão trabalhando para que no futuro tenhamos um planeta mais limpo. E nós, aqui do Brasil, devíamos seguir o exemplo desses países.

  9. E1D2

    Eu sou a favor do pré-sal porque explorar essa nova fonte de petróleo vai ser um grande desafio para o Brasil, já que quase toda a tecnologia é nova, experimental ou ainda nem foi desenvolvida. Que de um certo modo, isso é bom, pois a riqueza, o dinheiro e o combustível que virão do Pré-Sal vão ser um grande estímulo para o desenvolvimento científico no Brasil. Sendo que para administrar a riqueza do pré-sal o governo criou uma nova empresa separada da Petrobrás: a PPSA, que vai cuidar da administração, da exploração e vai também gerenciar o fundo que vai receber os lucros da exploração do pré-sal.Devem ser gerados tambem mais de 500.000 empregos em indústrias ligadas ao petróleo e a exploração do pré sal, muitas empresas vão crescer junto com a Petrobrás (que deve dobrar de tamanho). Outra vantagem do Pré-Sal Brasileiro ter sido encontrado só agora, foi o preço do petróleo: o Brasil vai explorar o seu petróleo a um preço caro, tendo muito lucro e como o Brasil vai ter mais petróleo com a descoberta do pré sal, o preço da gasolina deve cair no país.

  10. O petróleo não vai durar pra sempre, mas com certeza a descoberta do Pré-Sal vai ser muito positiva para o Brasil, pois além do progresso tecnológico que vai trazer e obviamente do dinheiro, vai trazer também milhares de empregos.
    Os especialistas preveem empregos diretos e indiretos com a exploração do Petroleo no Pré-Sal. Estes empregos vão vir de diversas áreas diferentes, sendo necessários profissionais de diversas especialidades:
    *Pesquisa Tecnológica;
    *Construção de Plataformas e Refinarias;
    *Operação das Plataformas e Refinarias;
    *Fornecimento de Materiais.
    O Pré-Sal foi a grande descoberta do século no Brasil, foi um grande achado e no momento histórico ideal.

  11. E2D1

    O Pré-Sal pode representar uma fonte de novos lucros e uma “autonomia” nacional. Porém, temos que lembrar que se trata de um combustível fóssil e não renovável. Sendo assim, suas reservas irão esgotar-se e não é absolutamente seguro que existam os largamente anuciados bilhões de barris de petróleo. E quando elas acabarem, o país estará preparado para isso?
    Não se pode negar que o Brasil é um dos líderes mundiais quando tratamos de pesquisa e desenvolvimento de fontes de energia alternativas e potencialmente menos poluentes, que ajudariam a diminuir a destruição do meio-ambiente que vem ocorrendo. Quando pensamos que mesmo a Floresta Amazônica vem diminuindo devido a diversos fatores, a perspectiva de aumentar a produção de gases poluentes parece bem preocupante.
    Além disso – mesmo que esta seja uma possibilidade remota – se houvesse um vazamento ele seria extremamente complicado para ser neutralizado, uma catástrofe sem precedentes.
    E por fim com o início da exploração podem ser criados milhares de empregos improdutivos, as obras tendem ao superfaturamento e as cidades que alcançarem um boom de desenvolvimento necessitarão de obras em infraestrutura para que, ao fim da reserva do Pré-Sal, não entrem em declínio.

  12. A exploração do pré-sal é um risco ao processo de consolidação do Brasil como líder mundial em energias renováveis. Ou seja, ao privilegiar o petróleo, o país corre o risco de seguir na contramão do que buscam os demais países: alternativas que reduzam suas atuais emissões de carbono.
    Essas novas reservas de petróleo não vão durar para sempre, além de contribuir para elevar as emissões de carbono. Portanto, o Brasil vai entrar em uma situação hoje enfrentada pelos grandes produtores de petróleo
    Além disso, com certeza, os recursos disponíveis para energias alternativas irão diminuir. Pois sabemos que a exploração do pré-sal vai custar muito a economia brasileira.

  13. E2N

    É evidente que o petróleo é de grande importancia para todo o mundo,não só para mover os veiculos, mas também para a confecção de diversas matérias primas, como plásticos.
    O petróleo do pré-sal é, de maneira geral, um “negócio da China”, mas existe um porém: Como extraí-lo? A extração requer tecnologia de ponta, afinal os poços estão a mais de 5 km de profundidade, e o risco de haver algum problema é grande. Não podemos descartar o resco de uma tragédia como a que houve a pouco tempo no golfo do México, então devemos ficar com um pé atras quando o assunto é pré-sal, afinal de contas, o que está em jogo é o meio ambiente, e o belíssimo litoral brasileiro. Não é tão simples assim!!

  14. E1D2
    O Pre-sal é uma das maiores descobertas dos últimos anos, não é uma opção ignorar 8 bilhões de barris de petróleo no território brasileiro, principalmente depois de já desenvolvida toda a pesquisa em tecnologia para tornar viável sua extração.
    Existem uma serie de possibilidades quando se trata de energia, mais o petróleo já é uma realidade e coloca o Brasil em uma posição de destaque a nível mundial.
    O governo brasileiro estuda ainda a criação de uma nova estatal chamada Petrosal que administraria essas reservas evitando que a Petrobrás( empresa com muito capital estrangeiro) se torne poderosa demais,
    O caminho é justamente esse combater os possíveis pontos desfavoráveis e tornar essa exploração benéfica ao Maximo para o Pais

    E1D2

  15. E1D1

    A exploração do pré-sal gera cada vez mais perspectivas positivas no setor socioeconômico do país, tendo em vista o aumento dos investimentos estrangeiros. Apesar de serem poucos os estudos sobre os impactos ambientais provocados sou favorável a exploração do pré-sal.
    Deve-se descartar a importância desse recurso para o país, sendo pelo aspecto político, econômico e/ou social, tendo em vista que o capital oriundo da exploração será a base para os investimentos em diversas obras de infra-estrutura, alem do aumento de recursos do governo para aplicação em outros setores.
    O lucro proveniente da exploração do pré-sal poderá contribuir com o desenvolvimento humano através da geração de emprego e renda, de royalties e outros tributos, além do desenvolvimento tecnológico e industrial.

  16. Obviamente que o pré-sal é importante, mas, ainda não temos a certeza de que seja viável economicamente, e mesmo assim os políticos estão brigando pelos Royalties daquilo que ainda ninguem sabe se economicamente viável. A dúvida aumenta mais especialmente agora que a presidente destinou os lucros do pré-sal a educação, já que o governo dos campanheiros não são de investir na educação.

Lezel ur respont da NOELI DE SOUZA MACHADO Nullañ ar respont

Fill in your details below or click an icon to log in:

Logo WordPress.com

Emaoc'h oc'h ober un evezhiadenn gant ho kont WordPress.com Log Out /  Kemmañ )

Google photo

Emaoc'h oc'h ober un evezhiadenn gant ho kont Google Log Out /  Kemmañ )

Skeudenn Twitter

Emaoc'h oc'h ober un evezhiadenn gant ho kont Twitter Log Out /  Kemmañ )

Luc'hskeudenn Facebook

Emaoc'h oc'h ober un evezhiadenn gant ho kont Facebook Log Out /  Kemmañ )

War gevreañ ouzh %s